Formar-se na universidade e conquistar uma boa oportunidade no mercado de trabalho é  um passo necessário que precisamos dar em nossas vidas. Para isso, é preciso passar por uma das etapas mais difíceis: o vestibular. Muitas dúvidas e medos surgem ao aluno que está se preparando para essa fase. O que cai no vestibular? Por onde começar a estudar? Qual é o formato da prova e as principais matérias? 

Foi-se o tempo em que, para entrar em uma faculdade, o aluno precisava se deslocar até a universidade e passar por longas horas de testes teóricos e cansativos. Há novos métodos disponíveis para flexibilizar a entrada do jovem ao ensino superior. 

Você sabia que é possível entrar na graduação utilizando o histórico escolar do ensino médio? Também existe a possibilidade de usar a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) – método já bastante conhecido – ou realizar prova por meio do vestibular agendado.

Neste texto, vamos apresentar as principais características de cada processo seletivo para entrar na faculdade, as matérias mais importantes que caem no vestibular e dicas eficazes para montar seu cronograma de estudos. Venha com a gente.

O que cai no vestibular 

Uma das primeiras dúvidas que surgem ao aluno na hora de se preparar para o ensino superior é relacionada ao conteúdo da prova. O que cai no vestibular? As provas tradicionais de processo seletivo geralmente são desenvolvidas de maneira padrão, de acordo com diretrizes determinadas pelo Ministério da Educação. 

Dito isso, chegou a hora de pegar um papel e uma caneta para anotar as principais matérias que caem no processo seletivo. Vamos lá?

BLOG IMAGENS (8)

Conhecimentos gerais 

Uma característica bastante comum nas provas do vestibular é o conteúdo de conhecimentos gerais. Por meio dele, são abordados diversos temas relacionados à atualidade, que variam entre suas áreas: das linguagens à matemática; das ciências humanas às da natureza; dos contextos históricos aos políticos; das notícias nacionais às internacionais. 

Uma dica importante aqui é manter a leitura em dia e estar atualizado com o meio em que vive. Separe algumas horas diárias para ler os principais noticiários nacionais e internacionais e aprender alguma curiosidade nova sobre Biologia, História ou cultura. 

Disciplinas de exatas


Dependendo do curso que você escolher para a sua formação, as ciências exatas te acompanharão com bastante afinco. Matemática, Física e Química costumam assustar algumas pessoas que não se veem tão familiarizadas com números e fórmulas, mas no vestibular o que cai geralmente está mais relacionado aos testes de raciocínio lógico.

Alguns cursos superiores usam as notas dessas disciplinas com peso maior na hora de selecionar seus graduandos. Analise bem a graduação desejada e atente-se ao que cada uma delas reserva de exatas para a sua grade. 

Disciplinas de humanas 

Um dos campos mais tradicionais exigidos nas provas do vestibular é o de ciências humanas e tecnológicas. Aqui há um mix entre conhecimentos gerais e contextos históricos mais bem desenvolvidos, como conceitos de Sociologia, Filosofia, Cidadania, Direitos Humanos e Tecnologia.

Uma coisa é certa: a História do Brasil sempre está presente. Portanto, entender o contexto atual pelo qual o país está passando, bem como suas implicações, é de suma importância para se sair bem nessa área. 

Língua estrangeira 

Quando falamos de língua estrangeira no vestibular, muita gente pode ficar em dúvida sobre qual escolher na hora de marcar a prova. Inglês ou espanhol, qual é mais fácil e abrangente? Cabe ao aluno analisar a sua vivência com a língua estrangeira que tiver mais facilidade e segurança. 

Há quem prefira o espanhol por ser uma língua latina e mais próxima do português; há quem prefira o inglês por estar mais familiarizado com músicas, séries e filmes. 

Para o vestibular, o conteúdo exigido não necessariamente obriga o vestibulando a ser um expert da língua. Geralmente há questões de nível básico ou intermediário, com perguntas relacionadas à interpretação de texto.

Redação

Agora vamos falar do que para muitos é o momento mais difícil do vestibular: a redação. Provas como a do Enem dão um peso bastante significativo para essa etapa. Isso não ocorre à toa, afinal é aqui que as instituições analisam a capacidade do aluno de desenvolver assuntos importantes. O método mais comumente abordado nas provas de vestibular é o dissertativo. Você sabe o que significa?

A redação dissertativo-argumentativa oferece ao aluno a capacidade de apresentar ideias e soluções para um problema específico. Pense que você é um advogado e está defendendo uma opinião. Para isso, é necessário caprichar na argumentação de maneira lógica, com dados, fatos históricos e referências que reforçam seu posicionamento. 

Ao final, o texto precisa conter uma estrutura com introdução, desenvolvimento e conclusão, para que todas as peças do seu ponto de vista se encaixem de maneira convincente. Por isso, estudar conhecimentos gerais e atualidades ajuda bastante nessa etapa. A dica para se manter informado sobre o que acontece ao seu redor também vale para esse momento. 

BLOG IMAGENS (7)

Conheça os tipos de vestibulares 

Depois de abordarmos os principais temas que caem no vestibular, chegou a hora de detalhar os tipos de vestibulares mais comuns ofertados pelas instituições de ensino. Há diversas maneiras de entrar na tão sonhada faculdade – seja presencial, seja a distância. 

Vestibular presencial 

O método mais comumente aplicado para o ingresso na faculdade continua sendo o vestibular presencial. Cabe a cada instituição definir suas regras e a maneira como os conteúdos serão definidos em seus respectivos cursos. 

De qualquer forma, há um padrão nacional a ser seguido: as universidades públicas e privadas divulgam um cronograma com a data da prova e a divulgação dos resultados. Os alunos se deslocam até a instituição para realizar a prova, que acontece ao mesmo tempo para todos os vestibulandos.

Neste formato, é divulgado um edital prévio contendo a metodologia aplicada e as matérias que serão cobradas em prova. As questões são voltadas a disciplinas de exatas, humanas e línguas estrangeiras. 

Dependendo do curso escolhido, elas podem ser específicas para cada área. Por exemplo: se a sua intenção é ingressar na faculdade de Direito, é possível que sejam abordados temas como legislação, direitos humanos, ética etc.

Enem

Considerado o método que mais se popularizou no Brasil nos últimos anos, o Exame Nacional do Ensino Médio é hoje a principal porta de entrada para o ensino superior de muitos jovens brasileiros. Diversas universidades públicas passaram a aceitar a nota do Enem no processo de entrada em suas instituições, tornando essa uma das provas mais concorridas do país.

Com a pontuação do Enem em mãos, o aluno pode tentar a chance de entrar em uma universidade pública federal por meio de programas como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e o Programa Universidade para Todos (Prouni). Também é possível ter acesso ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que facilita o custeio parcial ou integral de mensalidade para alunos de baixa renda. É a maneira mais democrática de adentrar no ensino superior brasileiro, independentemente de classe ou gênero.

As provas do Exame Nacional do Ensino Médio abordam conhecimentos gerais, raciocínio lógico e redação – da qual tratamos anteriormente.

Vestibular agendado 

Como assim, prova de vestibular agendado? Sim, isso mesmo. Hoje em dia já é possível entrar no ensino superior por meio de provas agendadas. Esse método é bastante comum para quem opta por um curso EAD. Você já ouviu falar? 

Muitas pessoas esbarram na dúvida de entrar ou não em uma universidade por medo de não conseguir conciliar o tempo entre todas as obrigações cotidianas. Quem trabalha também tem o direito de se especializar, por isso as faculdades a distância têm ganhado cada vez mais espaço para facilitar o ensino. 

Nesse sistema, o aluno tem a liberdade de escolher a melhor data para ser testado, de acordo com sua disponibilidade de horário. É um método flexível que atende principalmente aqueles que possuem uma agenda apertada e precisam conciliar a vida acadêmica e a profissional

O exame é aplicado geralmente de uma só vez, com os mesmos conteúdos cobrados em outros processos seletivos. Mas com a vantagem de poder ser realizado até mesmo à noite.

Análise do Histórico Escolar e Diploma 

Não é só pelo método de vestibular agendado que as faculdades EAD realizam seus processos seletivos. Há instituições de ensino que optam pela análise do histórico escolar, como é o caso do EAD da Univille. E como ele funciona?

O aluno pode agendar uma ida ao campus da universidade ou entrar em contato para realizar a entrega de documentos por meio digital. Assim, a instituição fará uma análise das notas obtidas durante o ensino médio para validar se está de acordo com o desempenho esperado. É um método eficaz, já que o processo pode ser feito de acordo com seu horário disponível. 

Outra vantagem na hora de escolher uma faculdade EAD é utilizar o diploma de um curso já finalizado. Isso mesmo, você não precisa passar por outra prova para se matricular na segunda graduação. Basta apresentar o Certificado de Conclusão de Curso ou o boletim de desempenho. É fácil, prático e flexível.

blog-img (5)

Dicas de como se preparar para o vestibular

O vestibular é uma das fases mais importantes para quem quer realizar o sonho de conquistar um diploma. É comum se sentir um pouco perdido na hora de planejar os estudos e organizar os materiais. Mas não se preocupe, porque vamos te dar algumas dicas valiosas para encarar esse desafio de maneira tranquila e bem preparado. 

Defina um horário diário

Muita gente precisa conciliar estudos e trabalho, e nem sempre dispõe de tempo para se dedicar por completo. Dessa forma, é fundamental separar algumas horas ou até minutos diários para sentar e estudar. Por uma hora, duas horas ou até 30 minutos, o mais importante nesta etapa é criar um hábito saudável de estudos.

Planeje um horário fixo do seu dia para estudar: há quem prefira antes do trabalho, bem cedinho; há quem prefira à noite, em horários mais calmos. A ideia aqui é escolher um horário confortável, que se encaixe na sua agenda. Assim como acordar, trabalhar, limpar a casa e preparar o jantar fazem parte das nossas rotinas, estudar deve ser encarado como mais um afazer do dia a dia.

Utilize uma planilha de estudos

Uma vez definido o melhor horário para estudar diariamente, é preciso planejar e organizar a rotina de estudos. Comece demarcando suas prioridades, como as matérias que mais geram dificuldades, as de maior facilidade e os assuntos que precisam de reforço. Com uma planilha fica mais fácil organizar os dias certos para cada disciplina.

Reserve um espaço na agenda para resolver exercícios e simular algumas provas. Assim você vai se preparando mentalmente para a rotina de um vestibular e pegando o ritmo ideal dos processos seletivos. 

Séries, vídeos, aplicativos e podcasts 

Uma das maiores vantagens dos nossos tempos é que temos um vasto catálogo de ensinamentos logo ali, a um clique distância. Não faltam opções na internet para transformar o estudo em um momento, sobretudo, prazeroso. Há diversas maneiras de aprender online – por exemplo, assistindo a aulas divertidas disponibilizadas em canais temáticos do Youtube

Outra febre que tem tomado conta da internet são os podcasts. Você sabe o que significa essa palavra? Essa ferramenta é uma espécie de rádio online, mas com a vantagem de que você pode escolher o conteúdo específico sobre o qual quer aprender. Existem diversos podcasts interessantes para você escutar entre um estudo e outro e ficar por dentro de notícias, atualidades, cultura e história em geral. 

E por último, mas não menos importante: as séries. Afinal, todos nós gostamos de assistir a um bom seriado no tempo livre, não é mesmo? E que tal assistir a um que tem tudo a ver com a carreira que você sempre sonhou? Várias séries podem servir de inspiração e dar um “up” na animação pelos estudos, apresentando vivências do dia a dia daquela profissão.

O que mais cai no vestibular EAD? 

Se o seu plano é cursar uma faculdade EAD, muito provavelmente os métodos adotados serão vestibular agendado ou ingresso por meio de análise do histórico escolar, como já abordamos por aqui. Também é possível utilizar a nota do Enem ou do Exame Nacional Para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) para escolher a instituição que mais se adequa às suas pretensões. 

 

Antes de realizar uma prova para a instituição escolhida, certifique-se de tirar todas as dúvidas com a instituição e monte seu cronograma de estudos conforme explicamos anteriormente.

A entrada no ensino superior é uma etapa muito importante para a vida de muitas pessoas. É por meio do vestibular que o sonho de adquirir um diploma fica cada vez mais perto. Seja em uma instituição pública, seja numa instituição privada, o que vai garantir seu ingresso na faculdade é uma combinação de planejamento e disposição para estudar. 

Com essas dicas, você tem tudo para chegar longe no seu objetivo e conquistar uma carreira de sucesso no mercado de trabalho.

Que tal começar o seu planejamento agora mesmo e voltar a estudar? Conheça o processo seletivo da Univille.

Inscreva-se no nosso Blog

blog ead Univille

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT