Yeah, science b****! Você conhece essa fala clássica? Porque falar de Química sem mencionar Breaking Bad parece impossível para nós! A história do pacato – e futuramente perigoso – professor Walter White e suas peripécias em laboratório revolucionou a televisão. Mas calma, porque esse texto não tem a intenção de te ensinar a produzir metanfetamina! E sim falar de um curso que tem a ver com a carreira acadêmica de Heisenberg: o de Engenharia Química EAD.

 

Se você se interessa por química e pensa em se aventurar nessa carreira, o curso de Engenharia Química EAD é uma excelente porta de entrada. Mas não pense que é só isso que você verá ao longo do curso: essa graduação vai muito além do campo laboratorial, sendo interessante também para quem gosta da engenharia e das ciências exatas, além de tecnologia e outras curiosidades.

 

Está em busca de novos ares na carreira profissional ou a fim de cursar uma pós-graduação? Então esse curso também é ideal para você se especializar em uma nova modalidade e desenvolver ainda mais as suas habilidades profissionais.

 

Mas afinal, como funciona o curso de Engenharia Química EAD e o que é aprendido durante a graduação? Quais as áreas de atuação do engenheiro químico e como está o mercado de trabalho? Como funcionam as aulas presenciais e a distância?

 

Neste texto, vamos responder a todas essas dúvidas e apresentar as principais características do curso, as disciplinas oferecidas e as oportunidades que o campo oferece ao profissional. Vamos nessa?

 engenheira quimica

Como é o curso de Engenharia Química EAD?

O curso de Engenharia Química tem duração de 5 anos e é oferecido geralmente na modalidade presencial. No entanto, as melhores universidades possuem a opção do EAD personalizado para que o aluno consiga conciliar os estudos e a vida profissional. Dessa forma, fica mais fácil ingressar em um curso tão sonhado de maneira mais flexível e se formar com um ensino de qualidade.

 

As aulas do curso de Engenharia EAD mesclam conteúdos online e encontros presenciais para colocar em prática todo o conhecimento adquirido no ambiente digital. Dessa forma, o aluno aprende as matérias teóricas de casa e depois aplica no campus, por meio de experiências em laboratórios e participação em eventos.

 

A grade curricular regulamentada pelo MEC é composta por disciplinas de diversas áreas da engenharia, além de Matemática, Física e, claro, Química. Ao longo dos 5 anos de graduação, essas são algumas das matérias que o aluno encontrará:

 

  • Ciência dos Materiais;
  • Química Analítica (Qualitativa, Quantitativa e Instrumental);
  • Bioquímica;
  • Processos de Transferência de Calor, Massa e Quantidade de Movimento;
  • Termodinâmica;
  • Modelagem, Controle, Simulação e Otimização de Processos;
  • Tecnologia Ambiental;
  • Tecnologia de Alimentos e Bebidas;
  • Tecnologia Inorgânica e de Materiais;
  • Processos Industriais e Qualidade;
  • Ética e Meio Ambiente.

 

É interessante notar que o curso de Engenharia Química EAD oferece uma abrangência maior que o de Química – que geralmente se limita a processos laboratoriais. Durante o curso, você aprenderá sobre todo o processo que envolve a profissão, desde identificar reações e analisar compostos químicos até projetar equipamentos de produção alimentícia e de bebidas na indústria.

 

Outro ponto importante é sobre a prática em laboratório: grande parte das disciplinas oferecidas no online também são ministradas presencialmente. As aulas do curso são bastante dinâmicas e práticas, repletas de experimentos e descobertas, o que pode ser uma grande vantagem caso você esteja procurando um curso diferente. Quer oportunidade melhor para desenvolver sua capacidade criativa?

 

Aulas online x Aulas práticas

Por ser um curso que abrange bastante prática, a graduação em Engenharia Química EAD é geralmente ofertada na modalidade semipresencial. Isso significa que os ensinamentos são intercalados entre aulas online e encontros presenciais que complementam o aprendizado.

 

Dessa forma, o curso de Engenharia Química a distância se torna uma excelente opção para quem precisa conciliar as carreiras acadêmica e profissional. Com um método de ensino mais flexível, o aluno conta com a opção de criar seu próprio cronograma de estudos: é possível dedicar tempo para as aulas de acordo com a sua rotina de compromissos. Já imaginou poder entrar na faculdade sem abrir mão do trabalho?

 

Quer um exemplo prático? Com dois encontros presenciais por semana, o curso de Engenharia Química EAD da Univille oferece ao aluno a oportunidade de se formar de maneira prática e sem comprometer as demais responsabilidades.

 

Com menos deslocamentos até o campus, você terá mais tempo para assistir às aulas em casa, enquanto as práticas em laboratório servirão para aprimorar ainda mais os estudos, para torná-lo um profissional completo e preparado para o mercado de trabalho.

 

Onde o engenheiro químico pode trabalhar?

O engenheiro químico tem uma área de atuação mais abrangente que o profissional de Química, podendo desempenhar seu trabalho em diferentes etapas da produção industrial, desde pesquisas laboratoriais até segurança e logística do trabalho. O dia a dia desse profissional é repleto de descobertas, e por isso é uma excelente área para quem já está trabalhando no campo da Engenharia, mas deseja mudar o foco da profissão.

 

Confira a seguir algumas das áreas de atuação onde o engenheiro químico pode desempenhar seu trabalho e se destacar no mercado.

 

Pesquisa e Desenvolvimento

Sabe aquela cena clássica de desenho animado, de um químico vestindo um jaleco branco dentro do laboratório? É nessa categoria de trabalho que ela se encaixa. Na área de pesquisa, o engenheiro químico desenvolve testes para analisar o material dos produtos antes de eles serem inseridos no mercado.

E aqui não estamos falando só da área farmacêutica: alimentos e bebidas também necessitam passar pelo processo de análise laboratorial antes de ir para as prateleiras. Essa etapa é de extrema importância para o processo produtivo, afinal ninguém quer que seu produto coloque em risco a vida de outras pessoas (exceto se você for um famoso professor de Química de Albuquerque…).

 

Processo Industrial

Ao trabalhar no setor da indústria, o profissional de Engenharia Química será responsável por todos os cuidados logísticos e sanitários da cadeia produtiva, desde planejar e comandar as equipes de produção – para que o trabalho seja feito de acordo com as normas de segurança estabelecidas pelos órgãos fiscalizadores – até realizar testes de insalubridade sobre o ambiente de trabalho.

Ao final da etapa de produção, o engenheiro químico ainda deve conferir se o produto atende às especificações de análise prévia que citamos na etapa anterior. Se tudo estiver certinho e seguir o protocolo de pesquisa, o produto já pode ser distribuído para seus destinos de mercado.

 

Meio Ambiente

Quando falamos em respeitar as análises clínicas e as determinações sanitárias impostas por órgãos reguladores, também estamos falando dos trabalhos desempenhados pelo engenheiro químico.

 

E isso significa mais um campo de atuação interessante para esse profissional: como auditor ou fiscalizador do setor produtivo, definindo normas e técnicas de preservação ambiental. É também papel importante para o engenheiro químico desenvolver produtos menos agressivos ao meio ambiente por meio de práticas sustentáveis.

A indústria já percebeu que a população busca consumir produtos cada vez mais saudáveis, de preferência de marcas que se importam com o meio ambiente. E não estamos falando só dos alimentos orgânicos, mas também dos produtos de beleza, das roupas e dos meios de transporte. É papel do engenheiro químico apresentar soluções inovadoras para transformar os hábitos de consumo da sociedade.

 

Como está o mercado de trabalho para os engenheiros químicos?

Antes de falarmos sobre o mercado de trabalho, é importante que você saiba que, para atuar na área de Engenharia Química, assim como em outras engenharias, é necessário se registrar profissionalmente no Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (CREA) do seu estado após o término da graduação. É por meio desse registro que você estará apto para atuar em diferentes campos da profissão.

 

Mas afinal, com tantas oportunidades profissionais para seguir, será que o mercado de trabalho está vantajoso para o engenheiro químico? Pode apostar que sim! O número de empregos oferecidos para o profissional vem crescendo mais a cada ano no Brasil.

 

Um dos mercados mais abrangentes para o engenheiro químico é o setor da indústria: esse profissional é peça importante na produção de alimentos, bebidas, medicamentos, cosméticos e até acessórios – garrafas, brinquedos, embalagens. Logo, as melhores oportunidades de trabalho estarão concentradas nas regiões do país onde estão sediadas as grandes indústrias.

 

Um campo que ganhou bastante destaque em 2020 foi o da indústria farmacêutica: por conta da crise causada pelo Covid-19, os profissionais químicos se tornaram protagonistas na luta para conter a pandemia. Além de estarem envolvidos na produção de itens de higiene e limpeza, também tiveram papel importante no campo de pesquisa e desenvolvimento de uma vacina eficaz para a população.

biomedicina

Qual o salário do engenheiro químico?

Não está convencido de que o curso de Engenharia Química EAD é a melhor opção para a sua graduação? Então este pode ser um belo empurrão para facilitar a sua decisão: os salários são bastante vantajosos. O engenheiro químico encontrará um mercado repleto de oportunidades, principalmente em empresas de grande porte e multinacionais, geralmente as principais responsáveis por desenvolver produção em larga escala.

 

Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), o engenheiro químico ganha em média R$ 8.538,98 para uma jornada de trabalho de 41 horas semanais. O teto salarial da profissão pode chegar a aproximadamente 20 mil reais, dependendo da área de atuação específica.

 

 

Como é a estrutura do curso de Engenharia Química EAD da Univille?

 

São poucas as universidades brasileiras que oferecem o curso de Engenharia Química pela modalidade EAD. Para que a instituição seja autorizada a ofertar cursos a distância é necessário que haja uma estrutura digital acessível e moderna, oferecendo ao aluno as condições necessárias para ele estudar de onde e quando quiser.

 

Além disso, os cursos de engenharia demandam laboratórios capacitados para receber as aulas práticas, afinal é neste momento em que o aluno aplicará todos os conhecimentos adquiridos e ficará apto a atuar na área escolhida.

 

Por isso, na hora de escolher a melhor universidade para conquistar o tão sonhado diploma, você precisa se atentar a alguns critérios de qualidade, como localização, custo-benefício, a estrutura do campus e a metodologia de ensino aplicada.

 

O curso de Engenharia Química EAD da Univille é oferecido na modalidade semipresencial. Isso é: o aluno estuda o conteúdo teórico de casa, por meio de uma plataforma de ensino moderna e de fácil acesso, e aplica todos os conhecimentos nos mais de 150 laboratórios espalhados pelos polos da instituição. Os encontros presenciais acontecem 2x por semana, às terças e quintas, no polo de São Bento do Sul.

 

Método de entrada e vantagens ao aluno

Mas afinal, como ingressar em um curso EAD? Os métodos seletivos principais adotados pela Univille é por meio da análise do histórico escolar ou pela apresentação do diploma – para quem busca uma pós-graduação. Você pode ainda utilizar sua nota do Enem ou do Encceja e ganhar bolsa de até 100% de desconto por um ano, não é o máximo?

 

Há ainda diversos outros benefícios e descontos, que variam de acordo com a realidade de cada um. Lembre-se de entrar em contato com a universidade e explicar a sua situação atual, dessa forma a instituição pode ajudar você a fechar um plano de mensalidades personalizado, de acordo com o seu tipo de necessidade.

 

E aí, será que a área de Engenharia Química combina com você? Como podemos ver, esse é um campo que oferece grandes oportunidades para os entusiastas da tecnologia, da produção, das pesquisas laboratoriais e principalmente para quem curte novas descobertas. Com um setor cada vez mais aquecido, o engenheiro químico encontrará no mercado diversas áreas de atuação para se especializar.

 

Uma dica valiosa para você se inteirar ainda mais sobre a área é pesquisar sobre as indústrias que atuam no país, podendo assim conhecer melhor as suas histórias e o dia a dia do profissional de Engenharia Química. As instituições de ensino também permitem ao aluno visitar diversos polos industriais e participar de eventos na área para fortalecer o networking.

 

 

 

Tenha em mente que o curso de Engenharia Química é hoje um dos mais valorizados do mercado de ensino, em grande parte graças aos avanços tecnológicos e às novas formas de consumir da população, visando sempre por opções mais saudáveis em todos os setores de bens de consumo. Um bom engenheiro químico terá pela frente um campo repleto de criatividade e em constante evolução.

Está convencido de que essa é a carreira ideal para o seu futuro profissional? Então comece a estudar ainda hoje em uma instituição de ensino com mais de 50 anos de tradição no mercado e conquiste seu diploma para ir além. Conheça nossa estrutura e faça já a sua inscrição: Curso de Engenharia Química EAD – Univille.

Inscreva-se no nosso Blog

blog ead Univille

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT