Enem

Afinal, o que cai no vestibular?

Por Redação   | 

 Tag: Enem

Formar-se na universidade e conquistar uma boa oportunidade no mercado é o sonho de muitas pessoas. Para isso, é preciso passar por uma das etapas mais difíceis e temidas: o vestibular e o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

Nessa fase da vida, muitas dúvidas e medos surgem: que cai no vestibular? Quais os conteúdos cobrados no Enem? Por onde devo começar a estudar? Qual é o formato das provas e as principais matérias? Parece muito coisa, não é mesmo?

A boa notícia é que hoje existem novos métodos disponíveis para flexibilizar a entrada do jovem ao ensino superior. Você sabia que em muitas universidades é possível entrar na graduação utilizando apenas histórico escolar do ensino médio, por exemplo? 

Neste texto, vamos apresentar as principais características de cada processo seletivo para entrar na faculdade, as matérias mais importantes que caem no vestibular e no Enem e, ainda, trazer dicas eficazes para montar seu cronograma de estudos. Vem com a gente!

Neste artigo, você vai ver:
Como funcionar o vestibular
Conheça as formas de entrar na universidade
O que cai no vestibular
Conteúdos cobrados no Enem
Dicas de como se preparar para o vestibular e para o Enem
Como ingressar na EAD Univille
Conclusão

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

Como funciona o vestibular

O vestibular é uma das formas mais tradicionais de ingressar no ensino superior.

Basicamente, ele funciona assim: o participante se inscreve no concurso e, em determinada data, divulgada previamente, realiza uma prova junto aos demais concorrentes.

Dependendo da instituição de ensino, o vestibular pode ocorrer em fase única ou se desdobrar em mais etapas de provas.

As provas de vestibular tem diversos formatos. O mais comum é aquele com questões de múltipla escolha sobre as matérias aprendidas durante os três anos do ensino médio.

A quantidade de questões pode variar. Há vestibulares com menos de 50 questões e outros com mais de 100.

Além das questões objetivas, a maioria dos vestibulares também exige que os estudantes realizem uma redação.

Em alguns cursos, também pode ser necessário fazer provas de habilidades específicas, que são aplicadas em datas diferentes do vestibular geral.

Algumas universidades realizam apenas um vestibular por ano, que serve para ingresso no primeiro e no segundo semestre letivo. Outras dividem o concurso em edições semestrais .

Como cada instituição promove seu vestibular de forma independente, o candidato pode se inscrever em vários processos seletivos, tentando vaga em mais de uma universidade e aumentando assim as chances de conseguir uma entrar no curso desejado.

O vestibular é uma forma de ingresso utilizada tanto por universidades privadas quanto públicas.

Contudo, por mais que seja o processo seletivo mais tradicional, atualmente existem outras formas de ingresso. 

No tópico a seguir, vamos explicar quais são!

Conheça as formas de entrar na universidade

Abaixo, explicamos mais sobre cada forma de ingresso na universidade. Confira:

Vestibular presencial 

O método mais comumente aplicado para o ingresso na faculdade continua sendo o vestibular presencial. Cabe a cada instituição definir suas regras e a maneira como os conteúdos serão definidos em seus respectivos cursos. 

De qualquer forma, há um padrão nacional a ser seguido: as universidades públicas e privadas divulgam um cronograma com a data da prova e a divulgação dos resultados. Os alunos se deslocam até a instituição para realizar a prova, que acontece ao mesmo tempo para todos os vestibulandos.

Neste formato, é divulgado um edital prévio contendo a metodologia aplicada e as matérias que serão cobradas em prova. As questões são voltadas a disciplinas de exatas, humanas e línguas estrangeiras. 

Dependendo do curso escolhido, elas podem ser específicas para cada área. Por exemplo: se a sua intenção é ingressar na faculdade de Direito, é possível que sejam abordados temas como legislação, direitos humanos, ética etc.

Enem

Considerado o método que mais se popularizou no Brasil nos últimos anos, o Exame Nacional do Ensino Médio é hoje a principal porta de entrada para o ensino superior de muitos jovens brasileiros. Diversas universidades públicas passaram a aceitar a nota do Enem no processo de entrada em suas instituições, tornando essa uma das provas mais concorridas do país.

Com a pontuação do Enem em mãos, o aluno pode tentar a chance de entrar em uma universidade pública federal por meio de programas como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e o Programa Universidade para Todos (Prouni). Também é possível ter acesso ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que facilita o custeio parcial ou integral de mensalidade para alunos de baixa renda. É a maneira mais democrática de adentrar no ensino superior brasileiro, independentemente de classe ou gênero.

As provas do Exame Nacional do Ensino Médio abordam conhecimentos gerais, raciocínio lógico e redação – da qual tratamos anteriormente.

Vestibular agendado 

Como assim, prova de vestibular agendado? Sim, isso mesmo. Hoje em dia já é possível entrar no ensino superior por meio de provas agendadas. Esse método é bastante comum para quem opta por um curso EAD. Você já ouviu falar? 

Muitas pessoas esbarram na dúvida de entrar ou não em uma universidade por medo de não conseguir conciliar o tempo entre todas as obrigações cotidianas. Quem trabalha também tem o direito de se especializar, por isso as faculdades a distância têm ganhado cada vez mais espaço para facilitar o ensino. 

Nesse sistema, o aluno tem a liberdade de escolher a melhor data para ser testado, de acordo com sua disponibilidade de horário. É um método flexível que atende principalmente aqueles que possuem uma agenda apertada e precisam conciliar a vida acadêmica e a profissional

O exame é aplicado geralmente de uma só vez, com os mesmos conteúdos cobrados em outros processos seletivos. Mas com a vantagem de poder ser realizado até mesmo à noite.

Análise do Histórico Escolar e Diploma 

Não é só pelo método de vestibular agendado que as faculdades EAD realizam seus processos seletivos. Há instituições de ensino que optam pela análise do histórico escolar, como é o caso da EAD da Univille. E como ele funciona?

O aluno pode agendar uma ida ao campus da universidade ou entrar em contato para realizar a entrega de documentos por meio digital. Assim, a instituição fará uma análise das notas obtidas durante o ensino médio para validar se está de acordo com o desempenho esperado. É um método eficaz, já que o processo pode ser feito de acordo com seu horário disponível. 

Outra vantagem na hora de escolher uma faculdade EAD é utilizar o diploma de um curso já finalizado. Isso mesmo, você não precisa passar por outra prova para se matricular na segunda graduação. Basta apresentar o Certificado de Conclusão de Curso ou o boletim de desempenho. É fácil, prático e flexível.

O que cai no vestibular

Uma das primeiras dúvidas que surgem ao aluno na hora de se preparar para o ensino superior é relacionada ao conteúdo da prova. O que cai no vestibular? As provas tradicionais de processo seletivo geralmente são desenvolvidas de maneira padrão, de acordo com diretrizes determinadas pelo Ministério da Educação. 

Dito isso, chegou a hora de pegar um papel e uma caneta para anotar as principais matérias que caem no processo seletivo. Vamos lá?

Conhecimentos gerais 

Uma característica bastante comum nas provas do vestibular é o conteúdo de conhecimentos gerais. Por meio dele, são abordados diversos temas relacionados à atualidade, que variam entre suas áreas: das linguagens à matemática; das ciências humanas às da natureza; dos contextos históricos aos políticos; das notícias nacionais às internacionais. 

Uma dica importante aqui é manter a leitura em dia e estar atualizado com o meio em que vive. Separe algumas horas diárias para ler os principais noticiários nacionais e internacionais e aprender alguma curiosidade nova sobre Biologia, História ou cultura. 

Disciplinas de exatas

Dependendo do curso que você escolher para a sua formação, as ciências exatas te acompanharão com bastante afinco. Matemática, Física e Química costumam assustar algumas pessoas que não se veem tão familiarizadas com números e fórmulas, mas no vestibular o que cai geralmente está mais relacionado aos testes de raciocínio lógico.

Alguns cursos superiores usam as notas dessas disciplinas com peso maior na hora de selecionar seus graduandos. Analise bem a graduação desejada e atente-se ao que cada uma delas reserva de exatas para a sua grade. 

Disciplinas de humanas 

Um dos campos mais tradicionais exigidos nas provas do vestibular é o de ciências humanas e tecnológicas. Aqui há um mix entre conhecimentos gerais e contextos históricos mais bem desenvolvidos, como conceitos de Sociologia, Filosofia, Cidadania, Direitos Humanos e Tecnologia.

Uma coisa é certa: a História do Brasil sempre está presente. Portanto, entender o contexto atual pelo qual o país está passando, bem como suas implicações, é de suma importância para se sair bem nessa área. 

Língua estrangeira 

Quando falamos de língua estrangeira no vestibular, muita gente pode ficar em dúvida sobre qual escolher na hora de marcar a prova. Inglês ou espanhol, qual é mais fácil e abrangente? Cabe ao aluno analisar a sua vivência com a língua estrangeira que tiver mais facilidade e segurança. 

Há quem prefira o espanhol por ser uma língua latina e mais próxima do português; há quem prefira o inglês por estar mais familiarizado com músicas, séries e filmes. 

Para o vestibular, o conteúdo exigido não necessariamente obriga o vestibulando a ser um expert da língua. Geralmente há questões de nível básico ou intermediário, com perguntas relacionadas à interpretação de texto.

Redação

Agora vamos falar do que para muitos é o momento mais difícil do vestibular: a redação. Provas como a do Enem dão um peso bastante significativo para essa etapa. Isso não ocorre à toa, afinal é aqui que as instituições analisam a capacidade do aluno de desenvolver assuntos importantes. O método mais comumente abordado nas provas de vestibular é o dissertativo. Você sabe o que significa?

A redação dissertativo-argumentativa oferece ao aluno a capacidade de apresentar ideias e soluções para um problema específico. Pense que você é um advogado e está defendendo uma opinião. Para isso, é necessário caprichar na argumentação de maneira lógica, com dados, fatos históricos e referências que reforçam seu posicionamento. 

Ao final, o texto precisa conter uma estrutura com introdução, desenvolvimento e conclusão, para que todas as peças do seu ponto de vista se encaixem de maneira convincente. Por isso, estudar conhecimentos gerais e atualidades ajuda bastante nessa etapa. A dica para se manter informado sobre o que acontece ao seu redor também vale para esse momento. 

Matérias que caem no vestibular

As matérias que caem no vestibular das provas mais tradicionais são Ciências Humanas (História, Geografia), Linguagens (Língua Portuguesa, Literatura e Língua Estrangeira) , Matemática e Ciências da Natureza (Física, Química e Biologia).

Português

A prova de Português testa seus conhecimentos em gramática e sua capacidade de interpretar textos. Por isso, as questões envolvem:

  • Concordância verbal e nominal;
  • Conjugação verbal;
  • Semântica;
  • Figuras de linguagem;
  • Elementos de coesão e coerência.

Literatura

Além de apresentar questões sobre a obra ou as obras apresentadas como leitura obrigatória no edital do vestibular, a prova também pode apresentar questões sobre:

  • Romantismo;
  • Realismo;
  • Modernismo.

História

O que cai no vestibular nesta parte da prova tem relação tanto com fatos relevantes da história do Brasil quanto da história do Mundo:

  • Independência do Brasil;
  • República Velha;
  • Era Vargas;
  • Ditadura Militar;
  • Mercantilismo;
  • Crise de 1929;
  • Guerras Mundiais;
  • Guerra Fria.

Geografia

Geografia física e política podem fazer parte desta etapa da prova de vestibular. Por isso, é importante se preparar para responder questões sobre temas como:

  • Relevo e clima brasileiros;
  • Dados demográficos;
  • Agricultura, pecuária e industrialização brasileira;
  • Urbanização e globalização;
  • Blocos econômicos e potências mundiais.

Língua Estrangeira

A prova de língua estrangeira (inglês ou espanhol) costuma cobrar os seguintes conhecimentos:

  • Interpretação de texto;
  • Tempos verbais;
  • Discurso indireto;
  • Voz passiva;
  • Pronomes;
  • Conjunções.

Matemática

Para a prova de Matemática, é imprescindível ter domínio das equações básicas, além de bom conhecimento em áreas como:

  • Funções;
  • Progressão aritmética e geométrica;
  • Análise combinatória e probabilidade;
  • Trigonometria;
  • Figuras geométricas
  • Equações de 1° e 2° graus;
  • Porcentagem.

Física

Dentro daquilo o que cai no vestibular na etapa da prova de Física, podemos destacar os seguintes conhecimentos que figuram entre os mais recorrentes:

  • Leis de Newton;
  • Mecânica;
  • Princípios da Termodinâmica;
  • Energia e eletricidade;
  • Ondas (ondulatória).

Química

Como as demais, a prova de Química envolve conhecimentos que são adquiridos ao longo dos anos de Ensino Médio. Alguns dos que merecem sua atenção são:

  • Ligações entre átomos e moléculas;
  • Mol e massa molar;
  • Química orgânica;
  • Termoquímica;
  • Pilha e eletrólise;
  • Equilíbrio químico;
  • pH e Ks

Biologia

Por sua vez, a prova de Biologia tende a se concentrar em questões relacionadas aos seguintes conhecimentos:

  • Evolução biológica;
  • Genética e grupos sanguíneos;
  • Processos de obtenção de energia;
  • Estrutura e divisão celular;
  • Parasitoses humanas;
  • Dinâmicas das populações e comunidades.

Conteúdos cobrados no Enem

O Enem é prova composta por 180 questões de múltipla escolha. Essas questões distribuídas em quatro áreas do conhecimento. Ou seja, cada área tem 45 perguntas, são elas:

  • Linguagem, Códigos e suas Tecnologias (Língua Portuguesa, Literatura, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), Artes e Educação Física). 
  • Matemática e suas Tecnologias
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias (Química, Física e Biologia).
  • Ciências Humanas e suas Tecnologias (História, Geografia, Filosofia e Sociologia).

Além das questões objetivas, os estudantes precisam fazer uma redação, seguindo o modelo dissertativo-argumentativo, sobre um tema proposto no momento da prova.

Na Matriz de Referência do Enem, é possível conferir detalhadamente todos os conteúdos cobrados no exame. A seguir, apresentamos de forma resumida o que cai em cada área. Confira:

Linguagem, Códigos e suas Tecnologias

  • Estudo do texto: as sequências discursivas e os gêneros textuais no sistema de comunicação e informação
  • Estudo das práticas corporais: a linguagem corporal como integradora social e formadora de identidade
  • Produção e recepção de textos artísticos: interpretação e representação do mundo para o fortalecimento dos processos de identidade e cidadania
  • Estudo do texto literário: relações entre produção literária e processo social,
    concepções artísticas, procedimentos de construção e recepção de textos
  • Estudo dos aspectos linguísticos em diferentes textos: recursos expressivos da língua, procedimentos de construção e recepção de textos
  • Estudo do texto argumentativo, seus gêneros e recursos linguísticos:
    argumentação: tipo, gêneros e usos em língua portuguesa 
  • Estudo dos aspectos linguísticos da língua portuguesa: usos da língua: norma culta e variação linguística
  • Estudo dos gêneros digitais: tecnologia da comunicação e informação: impacto e função social

Matemática e suas Tecnologias

Ciências da Natureza e suas Tecnologias

  • Física
- Conhecimentos básicos e fundamentais- O movimento, o equilíbrio e a descoberta de leis físicas
- Energia, trabalho e potência
- A Mecânica e o funcionamento do Universo
- Fenômenos Elétricos e Magnéticos
- Oscilações, ondas, óptica e radiação
- O calor e os fenômenos térmicos
  • Química
- Transformações Químicas
- Representação das transformações químicas
- Materiais, suas propriedades e usos
- Água
- Transformações Químicas e Energia
- Dinâmica das Transformações Químicas
- Transformação Química e Equilíbrio
- Compostos de Carbono
- Relações da Química com as Tecnologias, a Sociedade e o Meio Ambiente
- Energias Químicas no Cotidiano
  • Biologia

- Moléculas, células e tecidos
- Hereditariedade e diversidade da vida
- Identidade dos seres vivos
- Ecologia e ciências ambientais
- Origem e evolução da vida
- Qualidade de vida das populações humanas

Ciências Humanas e suas Tecnologias

  • Diversidade cultural, conflitos e vida em sociedade
  • Formas de organização social, movimentos sociais, pensamento político e ação do Estado
  • Características e transformações das estruturas produtivas
  • Os domínios naturais e a relação do ser humano com o ambiente
  • Representação espacial

Dicas de como se preparar para o vestibular e para o Enem

Muita gente precisa conciliar estudos e trabalho, e nem sempre dispõe de tempo para se dedicar por completo. Dessa forma, é fundamental separar algumas horas ou até minutos diários para sentar e estudar. Por uma hora, duas horas ou até 30 minutos, o mais importante nesta etapa é criar um hábito saudável de estudos.

Planeje um horário fixo do seu dia para estudar: há quem prefira antes do trabalho, bem cedinho; há quem prefira à noite, em horários mais calmos. A ideia aqui é escolher um horário confortável, que se encaixe na sua agenda. Assim como acordar, trabalhar, limpar a casa e preparar o jantar fazem parte das nossas rotinas, estudar deve ser encarado como mais um afazer do dia a dia.

Utilize uma planilha de estudos

Uma vez definido o melhor horário para estudar diariamente, é preciso planejar e organizar a rotina de estudos. Comece demarcando suas prioridades, como as matérias que mais geram dificuldades, as de maior facilidade e os assuntos que precisam de reforço. Com uma planilha fica mais fácil organizar os dias certos para cada disciplina.

Reserve um espaço na agenda para resolver exercícios e simular algumas provas. Assim você vai se preparando mentalmente para a rotina de um vestibular e pegando o ritmo ideal dos processos seletivos. 

Séries, vídeos, aplicativos e podcasts 

Uma das maiores vantagens dos nossos tempos é que temos um vasto catálogo de ensinamentos logo ali, a um clique distância. Não faltam opções na internet para transformar o estudo em um momento, sobretudo, prazeroso. Há diversas maneiras de aprender online – por exemplo, assistindo a aulas divertidas disponibilizadas em canais temáticos do Youtube

Outra febre que tem tomado conta da internet são os podcasts. Você sabe o que significa essa palavra? Essa ferramenta é uma espécie de rádio online, mas com a vantagem de que você pode escolher o conteúdo específico sobre o qual quer aprender. Existem diversos podcasts interessantes para você escutar entre um estudo e outro e ficar por dentro de notícias, atualidades, cultura e história em geral. 

E por último, mas não menos importante: as séries. Afinal, todos nós gostamos de assistir a um bom seriado no tempo livre, não é mesmo? E que tal assistir a um que tem tudo a ver com a carreira que você sempre sonhou? Várias séries podem servir de inspiração e dar um “up” na animação pelos estudos, apresentando vivências do dia a dia daquela profissão.

Como ingressar na EAD Univille

Você já pensou em fazer um curso EAD? Nessa modalidade, as aulas são totalmente online e você pode assistir de onde quiser. Isso oferece mais autonomia e flexibilidade para os seus estudos!

Conheça as formas de ingresso da EAD Univille:

SELETIVO UNIVILLE

No Seletivo Univille, você entra na graduação com seu histórico escolar. Sua aprovação é feita com a análise das suas notas de Português e Matemática do Ensino Médio.

NOTA DO ENEM

Na EAD Univille você entra com sua nota do ENEM e ganha bolsa de até 100% para começar sua faculdade. A bolsa desempenho é calculada conforme nota do ENEM e tem validade por um ano.

ENTRE COM SEU DIPLOMA

Se você já fez uma faculdade, venha para a EAD Univille! Você não precisará passar por outro processo seletivo e ainda ganha bolsa de 15%* no curso todo. Apresente seu diploma ou certificado de conclusão de curso e comece agora!

EX-ALUNO UNIVILLE

Você se formou na Univille? Então tem benefícios para voltar a estudar aqui! Entre sem precisar de Seletivo e aproveite bolsa de 30% durante todo o curso na graduação EAD.

FAÇA SUA TRANSFERÊNCIA

Está estudando em outra instituição, mas deseja ter o reconhecimento Univille em seu currículo? Então transfira seu curso para a nossa EAD! Você não precisa passar por nenhuma prova para ingressar. Basta solicitar a transferência.

USE SUA NOTA DO ENCCEJA

Fez a prova do ENCCEJA? Então você pode entrar com sua nota e ganhar bolsa de 10% a 100% por um ano para sua graduação EAD!

PROUNI

Você fez ENEM em 2021? Então pode se candidatar a bolsas integrais (100%) e parciais (50%) para estudar na EAD Univille, através do Programa Universidade Para Todos (Prouni).

Para mais informações sobre as formas de ingresso, acesse aqui!

Conclusão

Neste artigo, explicamos o que cai no vestibular e no Enem.  Se você gostou desse conteúdo, não deixe de conferir: